Este site utiliza cookies

Salvamos dados da sua visita para melhorar nossos serviços e personalizar sua experiência. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade, incluindo a política de cookie.

Elas podem influenciar nossas vidas muito mais do que imaginamos! Sejam nas mais variadas tonalidades e matizes, as cores são percebidas não apenas pelos aspectos físicos, mas também por uma construção social e cultural.

A cor é captada por nós através do sentido da visão e esta rapidamente guia a informação até o nosso cérebro. Quando escolhemos uma cor para elaborarmos nossos projetos devemos ter em mente que estamos lidando com um elemento de estímulo imediato, e que essa cor escolhida provocará diversas reações em seus observadores, sejam elas positivas ou negativas.

Em relação a psicologia das principais cores, organiza-se a seguinte ideia:

Azul

Transmite a sensação de positividade, confiança e segurança. É frequentemente utilizada em espaços comerciais e/ou de negócios, como agências bancárias, escritórios e empresas.

Amarelo

Conduz à ideia de otimismo, curiosidade, jovialidade e ambiente-luz. Utilizado frequentemente em espaços comerciais ou restaurantes sob a finalidade de aguçar a atenção do pedestre.

Vermelho

A cor evidencia energia, excitação, impulso. Por isso, é regularmente empregada em espaços comerciais, como lojas ou fast foods, por exemplo, buscando a ideia de compulsividade e desejo ao consumo.

Verde

Evoca calmaria, tranquilidade, serenidade e bem-estar. É utilizado com regularidade aos espaços ligados à saúde e tratamento, como hospitais, clínicas, spas, etc.

Laranja

Como resultado da combinação do amarelo e vermelho, dispõe a ideia de intensidade, criatividade, euforia e entusiasmo. Frequentemente empregado aos ambientes criativos, como escritórios, estúdios e escolas. Se utilizado junto ao azul, transmite a ideia de impulsividade junto a confiança, sendo adotado por agências bancárias ou sedes de empresas, por exemplo.

Violeta

Transmite bem-estar, calmaria e suavidade.

Se estabelecermos um determinado ambiente com paredes, piso e forro neutros, ao aplicamos determinada cor nas diferentes superfícies de variadas combinações, diferentes efeitos visuais serão provocados. Por exemplo, se aplicarmos uma tonalidade mais escura no forro, cria-se a sensação de pé-direito mais baixo; caso aplicarmos a cor na parede central do espaço, cria-se visualmente a ideia de encurtamento espacial; enquanto isso, se aplicada por todas as paredes, há a percepção de alongamento espacial.

Se pintadas apenas as paredes laterais do ambiente, evidencia a ideia de estreitamento; de modo contrário, ao pintar a parede central e teto na mesma tonalidade, cria-se a noção de alargamento. Caso deseje a sensação de encurtamento da altura espacial ou ponto de interesse na altura do olhar do observador, basta pintar todas as superfícies a meia altura, sendo os tons mais escuros nas superfícies superiores.

Maneiras de usar as cores para obter diferentes resultados no mesmo espaço

Fonte:(Locher, 2017)

Claramente, a cor tem um enorme poder emotivo nos interiores e exteriores arquitetônicos. No entanto, ao projetar com cores, mesmo algo tão simples ou comum como preto ou branco, é imprescindível a devida consideração à iluminação, os materiais e o projeto em si. Com cada cor geralmente conotando uma série de emoções diferentes, da mais feliz à mais ameaçadora, apenas um projeto fundamentado pode garantir que o uso da cor gere o efeito pretendido.

Na Safol Gôndolas você pode personalizar seus móveis de acordo com a tonalidade proposta no projeto. Solicite contato!

Izadora Araújo - Arquiteta e Urbanista



Calculadora Online

Saiba na hora quanto investir na montagem ou reforma da sua loja